Quem sou eu?




Quem sou eu?
Quem sou eu?
Uma pergunta difícil que merece, no mínimo, uma resposta complicada.
Quem sou eu?
Eu sou único.
Todos nós o somos, pelo menos nas nossas opiniões.
Todos nós somos diferentes, no entanto, todos somos iguais.
Ser único esta restrito a um pequeno grupo de pessoas.
Essas pessoas são únicas por aquilo que conseguem realizar na vida.
A vida.
A vida não devia ser medida em dias, semanas, meses, nem sequer em anos mas sim pelos feitos que nós realizamos no tempo que temos disponível para habitar este mundo.
Ninguém se vai lembrar mais de nós apenas porque vivemos até aos 80 anos mas sim por aquilo que fizemos enquanto cá tivemos.
Isso sim é o mais próximo da verdadeira imortalidade que alguma vez vamos chegar.
A nossa singularidade é comparável as ondas do mar.
Cada onda vista como um individual é diferente das outras.
Desde da sua formação, até ao percurso realizado, onde chega a zona de rebentamento, cada onda é diferente da outra.
Mas quando visto no conjunto é tudo mar.
Diferentes entre elas mas iguais nas suas curtas vidas e nos seus percursos.
E assim é a vida das pessoas. Nascem, vivem, e morrem. Para cair no esquecimento das gerações seguintes.
Únicos são aqueles que marcam as suas diferenças e não deixam que as suas memórias sejam esquecidas.
Fernando Pessoa com a sua mistura de simplicidade e complexidade acabou por marcar a sua diferença.
Na realidade, quando era estudante, não gostava muito da matéria mas confesso que admiro o homem porque ele era único.
E era por esse motivo que tínhamos que estudar ao pormenor a sua vida e a sua obra em vez de estudar a vida e obra do Zé Miguel, o mecânico da zona. Fernando Pessoa fico imortal com a sua singularidade e isso é de louvar.
Isso leva-me de volta a minha questão inicial.
Quem sou eu?
Eu sou uma pessoa que tenta deixar a sua marca mas que de certa forma ainda não foi capaz.
Quem sou eu?
Eu sou o eterno apaixonado, um jovem sonhador, um lutador feroz no que toca aos objectivos da vida.
Sou uma pessoa complexa, cheia de confiança mas ao mesmo muito inseguro.
Tenho sonhos a realizar e tento aproveitar cada dia para o fazer.
Mas confesso que na realidade nem sempre o consigo.
E tu?
Quem és?

3 comentários:

Duh disse...

Bom você me conhece sabe q eu sou um tanto devagar pra belas balavras..
E eu não venho aqui pra fala coisas bonitinhas..
Porque nossa amizade não foi e nem será construídas através de coisas bonitinhas..!
E sim de momentos inesquecíveis de ...
Belas gargalhadas...
De palavras um tanto pesadas
E um dia nos descansaremos das nossas longas passadas.!
Longas jornadas.!
Mais sempre um ao lado do outro ..!
Escutando ..batendo..gritando...mostrando..ajudando..
Eu realmente me perdi no que estol escrevendo.!
Voce me conhece tenho tanta coisa aqui dentro..
Tanta coisa que eu não sei..não consigo..realmente eu não sei por pra fora..!
E você realmente Sab que a única coisa q consigo dizer ..!

EU AmooO MUITO você meu Amigo.!

Quem é você ...
Você éh um pedaço de mim.!
Ou coisa assim.!
Não consigo descrever.!
Só sei q você faz bem pra mim

=D

Mαχii ℓopez disse...

O meu amigo...
Eu nem sei o que seria da minha vida sem você...
Você me trouxe de volta a vida..
me mostrou o que é amizade...
Você sabe tbm que eu aprendi muitas coisas contigo..
inclusive, aprendi a ser mais EU...
E não há, nem haverá algo neste mundo que me fará esquecer de ti...
pois seria esquecer de mim mesmo...
Perder você é mim perder..
E eu não quero nunca isso..
quero você sempre e cada vez mais perto...

É, EU TE AMO MUITO..
Pois quando faço bem para vc, faço bem para mim...

p.s.: isso não é tudo

India-November-Eco-Sierra disse...

Bom dia, venho por este meio informar que você anda a fazer plagios! Pois este texto não é seu, este texto encontra-se publicado na página pertencente ao meu namorado. Tal públicação foi feita muito antes que a sua. Se quiser verificar a data tem aqui o link directo http://omeumundoporescrito.blogspot.com/2007/11/quem-sou-eu.html
é de lamentar vir com leis e afins para os blogs dos outros quando você é que anda por aí a fazer Copy/Paste de textos que lê para o seu blog.

PS: O seu texto é de 2009, e o dele de 2007. Afinal andamos a dormir ou quê?
Os melhores cumprimentos.

Postar um comentário